Saiba como a troca de travesseiro pode favorecer sua rinite alérgica | Casas Franklin Saiba como a troca de travesseiro pode favorecer sua rinite alérgica
Publicado: 14/08/2019

Saiba como a troca de travesseiro pode favorecer sua rinite alérgica


Quem sofre de rinite alérgica sabe quantas situações podem influenciar negativamente no dia a dia. De poeiras em estradas a carpetes, passando pela poluição e até mesmo em ambientes com pouca ventilação. 

Entretanto, a alergia pode ser atacada em um local que deveria ser sinônimo de conforto e tranquilidade: dentro do seu quarto.

Afinal, não é apenas o colchão que precisa ser adequado para pessoas sensíveis a microrganismos, bactérias e ácaros, mas o travesseiro também.

Além de garantir uma boa noite de sono, os travesseiros adequados contribuem para evitar a proliferação dos sintomas da doença respiratória, como mostraremos a seguir. 

Travesseiros apropriados garantem uma vida melhor   

Não é apenas para melhorar a sua postura e também garantir uma boa noite de sono que os bons travesseiros auxiliam em sua vida.

Para pessoas que sofrem de rinite alérgica, os que contam com proteção antimicrobiana são ideais, pois os ácaros se alimentam do suor humano e dos pelos mortos durante a noite. 

Aliás, a substituição é uma excelente maneira de prevenir as crises, tendo em vista que os travesseiros convencionais acumulam, em média, 300 mil ácaros em apenas seis meses de uso, ou seja, trata-se de um verdadeiro inimigo dormindo ao seu lado. 

Já os travesseiros antimicrobianos são bem mais seguros e contam com uma proteção que traz uma segurança contra os ácaros por pelo menos dois anos. Após este período, a troca também deve ser feita. 

Outra dica importante é usar forros impermeáveis, que evitam o contato dos ácaros com o nariz.

E, caso você ainda não tenha um produto antimicrobiano e mantém o hábito de colocar seu travesseiro ao sol para matar os microrganismos, saiba que esta prática não é recomendável, como vereamos na sequência.

Ácaros não morrem com a exposição ao sol 

Ao contrário do que muita gente imagina expor o travesseiro por longas horas embaixo do sol não é uma garantia de eliminação dos ácaros. 

Isso porque eles se proliferam no interior do produto, onde encontram um ambiente favorável. Fora isso, a radiação ultravioleta ainda oxida o travesseiro, deixando o material com uma cor amarelada. 

O mais recomendável é arejar e ventilar em direção ao travesseiro, colocando uma proteção sobre ele, como uma fronha. E a luz tem que ser sempre indireta. 

Como no mercado existem vários tipos de travesseiros, é preciso conhecer bem do assunto quando for escolher o ideal para você.   

Por isso, selecionamos três com características diferentes que poderão ser úteis para manter alguns causadores da rinite alérgica longe do seu sono. Vamos a eles! 

  • Látex - Muito indicado para pessoas alérgicas, este tipo de travesseiro pode ser lavado à mão e ainda conta com um material bem resistente em comparação aos demais; 
  • Penas ou plumas de ganso - São bem confortáveis e devem ser escolhidos os que possuem tratamento especial contra bactérias. O ponto negativo é que não podem ser lavados, o que reduz o tempo de vida útil;
  • Fibra sintética - A durabilidade é o ponto alto, já que podem ser lavados e possuem várias espessuras e níveis de maciez. Também não causam alergia.

Rinite alérgica

Escolhendo o travesseiro ideal, certamente a sua rinite alérgica não será mais atacada por conta desta influência. 

Além disso, os produtos antimicrobianos asseguram mais qualidade de vida e noites que realmente representarão o devido descanso que todos merecem após um dia de muitas atividades.

Agora que você ficou por dentro de como agir para evitar os temidos ácaros, veja como escolher o travesseiro ideal em outro artigo do nosso blog.

Voltar